O carro elétrico da Sony, será testado nas ruas de Tóquio

Image

Apresentado na CES 2020, o veículo conta com 33 sensores que permitem uma direção autônoma, além de recursos como reconhecimento de pessoas e objetos dentro e fora do carro

Uma das maiores surpresas da CES 2020 foi o anúncio do Vision-S, o sedã elétrico desenvolvido pela Sony. Mas depois de alguns meses sem novidades, a empresa comunicou nesta quarta-feira (29) que o veículo será testado em vias públicas neste ano.

"O protótipo Vision-S chegou a Tóquio para aprimorar nossas tecnologias de detecção e áudio", diz a legenda do vídeo divulgado pela empresa. Após a CES 2020, o modelo foi transportado de Las Vegas para Graz, na Áustria, onde o desenvolvimento do veículo seguiu em parceria com Bosch, Continental, Genetex, Nvidia e Magna.
O Vision-S contém dois motores de 200 kW (um em cada eixo), que podem levá-lo de 0 a 100 km/h em 4,8 segundos. Um conjunto de 33 sensores torna o veículo consciente de seus arredores, incluindo sensores CMOS (imagem) e ToF (distância) para detectar pessoas e objetos tanto dentro quanto fora do carro.

O veículo conta com direção autônoma de nível 2, ou seja, pode controlar direção, aceleração e freio, mas precisa de um motorista no volante para assumir o controle. Para detecção de obstáculos, que será o principal objeto de testes em Tóquio, o Vision-S usa um LiDAR (radar Laser) de estado sólido, que dispensa a tradicional "torre" no teto do veículo e lhe permite mapear seus arredores, evitar colisões e manter uma distância e velocidade seguras em relação aos outros veículos.

O principal destaque veículo é por dentro ser uma tela panorâmica no painel, que funciona como espelhos retrovisores, abriga os instrumentos e exibe informações de navegação e controla o sistema de entretenimento. O som fica por conta de alto-falantes embutidos em cada assento, equipados com a tecnologia "360 reality aúdio".


Gostou do Conteúdo, Cadastre-se já e receba todas as notícias de BiomassaBR no seu email cadastrado

Compartilhe esta noticia: